29 de outubro de 2009

Isso é desumano!


Uma jovem garota está sofrendo em um hospital, machucada e espancada. Enviada ao trabalho como empregada doméstica aos 10 anos, Zineb Chtet não conhecia outra vida além da que ela tinha, trabalhando para empregadores ricos que batiam nela e a negavam alimento.

Zainab parecia emagrecida. Seu corpo estava machucado e sangrando devido os espancamentos. Ela foi marcada em seus lábios com um ferro quente. Ela foi queimada com óleo fervendo no peitoral e regiões íntimas. Ela não foi alfabetizada. Ela nunca experimentou a alegria de brincar com amigos. Seu futuro já tinha sido decidido: arrastar-se em volta do moinho até o dia em que ela morresse. Alguns dias atrás, ela quase morreu.

Infelizmente, a história de Zineb está longe de ser única. O Marrocos tem 177 mil crianças abaixo de 15 anos de idade trabalhando, 66 mil dos quais trabalham como empregadas domésticas. E embora o Marrocos faça parte da Convenção das Nações Unidas para o Direito das Crianças, sua idade mínima de trabalho é de 12 anos, com poucas restrições impostas. Foram feitos vários relatórios sobre os maus-tratos de empregados domésticos, como este feito pelo editor da Tingis, Anouar Majid. E, mesmo assim, impulsionadas pela pobreza, as famílias continuam a vender suas filhas a quem oferecer mais, para trabalhar como domésticas, por vezes ininterruptamente.


Triste matéria… profundamente triste saber o quanto somos capazes de ser terrivelmente cruéis!

21 de outubro de 2009

ÚLTIMO DIA!


Ontem eu quaase morri! ;/
Último dia de inscrição da UFES, eu sou cotista,
mas pra comprocar precisava de um milhão de papéis.
E eu só tinha cópias, teria que autenticá-las e bla´bláblá...
Como o povo tava falando que a inscrição era SÓ até 14:00horas
e me desesperei (pravariar), saí do serviço e fui direto para o cartório.
Cheguei lá umas 12:30, mas só consegui fazer tudo umas 16:00.
FOME, DOR DE CABEÇA, FALTA DE PACIÊNCIA e R$34 de autenticação.
Mas não adianta, tenho que passar por isso mesmo pra aprender a não
deixar tuuudo pra última hora.
E pelo meu desempenho estudantil desse ano, foi tudo em vão!

Graças a Deus deu tudo certo.
Pior seria se eu não tivesse conseguido né! =)

16 de outubro de 2009

Happy Diwali!


É incrível o que a globalização nos tráz e as coisas que aprendemos quando em contato com diversas culturas.
Hoje gostaria de partilhar algo que aprendi.
Abri o e-mail e lá estava a seguinte frase: "Happy Diwali Festival and all the good things for you in this world".
Como curiosa que sou, lá fui eu para o google.
O Diwali (ou Deepavali) é uma das festas religiosas mais importantes na Índia, também conhecida como "Festival das Luzes" e equivale ao nosso Ano Novo, durando cerca de uma semana.
Segundo o Hinduísmo, o Diwali celebra o assassínio de Narakasura, o deus do mal, por Krishna, o deus do bem; isto é, o triunfo do bem sobre o mal, da luz sobre a escuridão, do conhecimento sobre a ignorância...
Nesse período, as casas são decoradas, acesas milhares de lamparinas e todos dividem doces e outras guloseimas, criando um mundo de fantasia.
Em resumo, o Diwali significa a purificação, e a oração pela prosperidade material e pessoal, onde são esquecidos os inimigos e se abraça a amizade.
Concordaar, agente não concorda não né, até por que não é isso que minha cultura e minha religião me ensinaram.

De qualquer forma, foi algo que desejei partilhar!

Beijo ;*

9 de outubro de 2009

Adoro essa música! *-*


Matt Wertz - Carolina